AO VIVO
Menu
Busca quarta, 22 de setembro de 2021
Busca
Cuiabá
41ºmax
25ºmin
Correios Celular - Mobile
Saúde

Síndrome associada à Covid-19 já atingiu quase 200 crianças e adolescentes no Brasil

Mais da metade das vítimas tinha menos de dez anos

10 setembro 2020 - 10h00Por Jennifer Vargas

Surgiu mais um sinal de alerta para as complicações por Covid-19 no Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, pelo menos 197 crianças e adolescentes apresentaram uma série de problemas de saúde que, juntos, podem caracterizar uma nova doença associada ao vírus, a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica.

Com sintomas diversos, alguns deles são mais frequentes, como: febre persistente, pressão baixa, conjuntivite, manchas no corpo, diarreia, dor abdominal, náuses e vômitos.

De acordo com o órgão, 140 delas tinha menos de dez anos de idade quando ficaram doentes, além pelo menos 14 casos de pacientes, entre 0 e 19 anos, estarem sendo investigados por terem vindo à óbito pelo problema, entre maio e agosto deste ano.

São oito estados com óbitos até agora:
- Pará (3);
- Rio de Janeiro (3);
- Ceará (2);
- Paraíba (2);
- Bahia (1);
- Pernambuco (1);
- Piauí (1);
- São Paulo (1).

O Ceará, inclusive, tem liderado o número de notificações da nova síndrome, já são 41 até agora. Seguido pelo Pará, com 24; Rio de Janeiro, com 22; e Distrito Federal e São Paulo, ambos com 19. Ainda em abril já haviam surgido casos também na Europa.

Apesar do número relativamente baixo, os especialistas têm sido cautelosos no diagnóstico, mas seguem em alerta para as evoluções do problema.

*Com informações da Agência Brasil

Leia Também

Professor desaparecido é encontrado morto em São Luís  do Maranhão
Geral
Professor desaparecido é encontrado morto em São Luís do Maranhão
Covid-19: SP começa a aplicar dose de reforço em imunossuprimidos
Saúde
Covid-19: SP começa a aplicar dose de reforço em imunossuprimidos
Começam a valer hoje novas alíquotas do IOF
Economia
Começam a valer hoje novas alíquotas do IOF
Liberdade
Alexandre de Moraes revogou de ofício prisão de jornalista Oswaldo Eustáquio
O ministro determinou a revogação do mandado no dia 9 de setembro sem consultar a PGR por não existirem mais requisitos fáticos necessário à manutenção da prisão. A defesa de Zé Trovão aguarda pela mesma medida para os próximos dias